Deputado Fernando Cury: um soldado na batalha contra o diabetes


Sensibilizado com a causa, já que convive com a doença em sua família, o deputado estadual Fernando Cury colocou como uma das primeiras metas de seu mandato, iniciado em março do ano passado, o combate ao diabetes. Sua primeira grande ação nesse sentido foi a criação, na Assembleia Legislativa do Estado do São Paulo, da Frente Parlamentar de Combate ao Diabetes, lançada em junho de 2015. Os trabalhos são coordenados por ele, com a participação de outros 39 parlamentares.

O diabetes é um tema que sempre preocupou o deputado, que ouviu diversos relatos sobre os transtornos ocasionados pela doença, mas o envolvimento maior surgiu quando o diabetes apareceu dentro da própria família. Sua sobrinha Beatriz, atualmente com sete anos de idade, recebeu o diagnóstico aos quatro anos. Desde então, ele pode acompanhar de perto a difícil rotina imposta a todos os diabéticos e seus familiares para aprender a lidar com a doença. Estima-se que 12 milhões de brasileiros sejam portadores da doença, sendo que metade deles não sabe disso. Em São Paulo, ocorrem, por ano, mais de 9 mil óbitos pela doença (um habitante por hora).

Caravana Azul - Para expor a atuação da Frente Parlamentar de Combate ao Diabetes e a importância da participação da sociedade por meio de políticas públicas que ofereçam mais conforto e qualidade de vida aos portadores da doença, o deputado tem promovido a Caravana Azul. Nos últimos meses, acompanhado de sua equipe, ele tem percorrido diversas regiões do Estado de São Paulo apresentando o trabalho da Frente Parlamentar e ouvindo a população.
 
Ainda entre as ações da Frente, estão programadas reuniões seto- riais com  objetivo de diagnóstico e apuração das demandas em relação ao tratamento do diabetes, os entraves legais e políticos existentes e o desenvolvimento de ações corretivas. Também serão realizadas reuniões deliberativas para propor as alterações necessárias nas políticas públicas de combate ao diabetes, mediante o diagnóstico levantado pela Frente, e produzir medidas eficazes para o tratamento da doença.

Fórum Internacional - Por conta de seu trabalho com a Frente Parlamentar, Fernando Cury foi convidado a participar, entre os dias 28 e 30 de novembro  de 2015, do Fórum Mundial dos Parlamentares em Diabetes, no Canadá. Durante o evento, teve a oportunidade de trocar experiências com parlamentares de várias partes do planeta no que diz respeito a políticas públicas de combate à doença, que já atinge uma enorme parcela da população mundial. Na oportunidade, ele apresentou o cenário do diabetes em São Paulo, o trabalho da Frente Parlamentar e ainda contou sobre as atividades da Caravana Azul.

Compromisso assumido - Ao final do evento, todos os parlamentares, interessados em contribuir com o combate ao diabetes, assinaram a Proclamação de Vancouver e se comprometeram com a Rede Global de Parlamentares e seus 155 membros de 42 países, a exigir que todos os governos priorizem a meta de saúde global das Nações Unidas para melhorar a prevenção, o diagnóstico e o tratamento, visando reduzir o número de pessoas com diabetes e as caras e desnecessárias mortes prematuras dos que possuem esta condição.

Projetos de Lei - Como deputado e homem público é dever de Fernando Cury buscar alternativas para melhorar o acolhimento e o tratamento das pessoas dentro da rede de saúde. A criação da Frente Parlamentar de Combate ao Diabetes já tem gerado resultados positivos. Foram aprovados na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR)  – a qual compete manifestar-se a respeito de todos os assuntos quanto ao aspecto constitucional, legal e jurídico, apresentar a redação final das proposições -  três projetos de lei de sua autoria que beneficiam os diabéticos. As propostas seguem tramitando na Assembleia. 

O primeiro, 963/2016, que institui a Semana Estadual de Prevenção, Controle e Combate ao Diabetes foi aprovado na CCJR no dia 14 de junho e agora será apreciado pela Comissão de Saúde. O segundo, 964/2016, que torna obrigatória a realização do teste de glicemia capilar em alunos matriculados no 6º ano do ensino fundamental e no 1º ano do ensino médio, nas escolas da rede estadual, também foi aprovado pela CCJR e seguiu para a Comissão de Educação e Cultura e Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento.

O terceiro projeto de lei aprovado foi o de número 965/2016, que garante um cardápio de alimentação escolar especial ao aluno diabético, com alimentação adaptada à sua respectiva condição. Ele será apreciado pela Comissão de Educação e Cultura e pela Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento.